segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Bom, a verdade verdadeira está toda aqui.

Temos neste blog uma espécie de dossiê com uma série de evidências para não deixar dúvidas a quem lê. A quem, mesmo assim duvidar: lamentamos muito por você.

Não achamos que haja muito mais o que ser mostrado AQUI. As coisas se repetem. E provas reais, infelizmente, não podem ser disponibilizadas porque servirão para OUTRAS INSTÂNCIAS.

Aqui na internet, ficará o alerta. Na vida real, tomar-se-ão as devidas providências cabíveis.

A quem possui blog, perfil em comunidades de relacionamento e o faz de forma saudável e com boa fé, sugerimos que avise seus amigos. Quanto mais gente souber, menor a chance de que esse tipo de farsa volte a acontecer.

O blog permanecerá aqui. Os e-mails continuarão sendo lidos e respondidos, como de costume. Pedimos que as contribuições sejam feitas por e-mail, porque a partir de agora as coisas estão tomando rumos muito mais interessantes , só que um tanto sigilosos.

A qualquer momento poderemos voltar, se realmente acharmos algo que não seja repetitivo. Cremos, entretanto, que o material que está aqui (e no NFE) seja suficiente para demonstrar do que esse ser é capaz.

Não cabe a nós acusar ou julgar (deixaremos isso para juristas), nem diagnosticar (isso é com a classe médica), tampouco ridicularizar (pois, na verdade, a situação é digna de pena e não de risos).

O nosso único objetivo é mostrar, alertar e tornar público.

Por quê?

Porque não é justo que brinquem com a inteligência e com a boa vontade de gente de bem. Porque não é certo que se utilizem fotografias de outras pessoas nem a história delas pra construir um personagem que visa enganar e se aproximar de pessoas reais sugando suas idéias e seu tempo.

Anonimato é completamente compreensível, quando o objetivo é a preservação de si e de sua segurança. O uso de pseudônimos também é inteiramente aceitável quando não se quer aparecer publicamente.

Não precisamos saber da vida pessoal e íntima de uma pessoa pra ler seus textos , comentá-los e admirá-los. Não precisamos bater papo em comunicadores instantâneos com pessoas que preferem ser discretas quanto à sua vida real e não desejam ser importunadas.

Contudo, o que temos aqui está longe disso, meus caros.

Se uma pessoa se aproxima de outra utilizando perfis e blogs no intuito de estabelecer um contato mais próximo, trocar fotos e fatos pessoais, confidenciar, fazer amizades ou mesmo seduzir outras pessoas, que seja então uma pessoa verdadeira, bem intencionada e não fruto de uma colagem de vidas reais e fictícias partindo da mente perversa de alguém sem senso de justiça e praticamente sem noção de sociabilidade.

Defendemos a liberdade de expressão, concordamos com o uso da internet como forma de comunicação com o mundo, mas principalmente, acima de quaisquer outras coisas, levantamos a bandeira do respeito ao ser humano e da justiça aos seus sentimentos e à sua boa fé.

Por falar em justiça, que ela FINALMENTE seja feita!


Aguardem...

5 comentários:

A Espectadora disse...

Será.

Enfim conseguimos uma maneira eficaz de resolver essa lenga-lenga.

Agora é só esperar o tempo e a justiça agir.

Eu acredito.


Beijo!

Estela disse...

Olha, gente, talvez só mesmo desencadeando consequências legais pra parar todo esse processo patológico. A pessoa em questão precisa ser interditada e se tratar, mesmo que contra a vontade, e só mesmo com determinação judicial isso pode - deve - ocorrer. Enquanto uma força maior não detiver a figura, outras pessoas estarão sujeitas a esse tipo de maluquice - já que tempo e conhecimento técnico não fatam a essa criatura. Sorte e sucesso!

A menina disse...

Finalmente fiz um orkut com as fotos que eu tinha q a minha maluca usava! Me ajudem a divulgar se puderem: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=16013952949238513033

Anônimo disse...

Achei um perfil no facebook com esse nome, de uma pessoa de Teresópolis! Ela tem vários Leonardos entre os amigos, inclusive um com uma foto de luto que parece bem parecido com os 'caras' q vc descreve...não custa conferir, já tem meninas caindo na lábia dela no face!

Tavares disse...

Hoje ela se passa por Hugo Knupp , médico da USP. Essa doente mental não para nunca